Quem são elas? O que fazem? Como e onde vivem?

quemsaoeles.png

Imagem | Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Quem são elas? O que fazem? Como e onde vivem?

  1. Curitibano envergonhado disse:

    A “República de Curitiba” voltou a demonstrar seus laços conservadores e raivosos nas ruas. O episódio de agressão física e verbal contra a atriz curitibana Letícia Sabatella demonstra a característica desses protestos. Sabatella foi cercada, ameaçada e ofendida por se posicionar contra o golpe no Brasil. Um de seus agressores, Gustavo Guga Abagge, estufa o peito para chamá-la de “puta” diversas vezes. A atriz registrou boletim de ocorrência.
    Já o homem que a ofendeu tem muito mais a se explicar na vida. Aquele peito estufado e certeza de impunidade vem de berço, de família curitibana. Gustavo Pereira Abagge é filho de Nicolau Elias Abagge, que foi diretor presidente do Banco Banestado no maior caso de corrupção abafado no Paraná. O desfalque aos cofres públicos passou de R$ 30 bilhões (dinheiro da época). Mas para o Abagge pai a sugestão de reclusão chegou há apenas 10 anos por concessões de créditos irregulares.
    De acordo com a CPI do Banestado que apurou a quebra do banco (http://www.neivoberaldin.com.br/downloads/cpidobanestado-relatorio.pdf ), Abagge pai “celebrou de operações de crédito sem observância aos princípios gerais de garantia, seletividade, liquidez e diversificação de riscos, caracterizando o cometimento de infração grave na condução dos interesses da sociedade”.
    Graças a Moro
    A Nicolau restou virar nome de rua em Curitiba. Ao filho a chamar atriz de puta. Tudo porque o herói de ambos é o juiz Sérgio Moro. No caso Banestado, o juiz paranaense, aos 31 anos, investigou as remessas ilegais em 1996 e 2002. O assunto foi tema de uma CPI Nacional. Na época, Moro ouviu a deleção de Alberto Youssef e arquivou o caso. É dessa época a fama de Moro de abusar de poder. O ministro Gilmar Mendes, hoje aliado de Sérgio Moro, dizia que o colega agia com autoridade “absolutista, acima da própria Justiça, conduzindo o processo ao seu livre arbítrio, bradando sua independência funcional”.
    Filho de peixinho
    O próprio Gustavo Abagge, que xingou Letícia, não é imune a críticas. Ele possui débitos juntos ao fisco federal por não pagamento de impostos. O valor chega a R$ 65197,80. O senhor já respondeu processo por estelionato e está inscrito no Banco Nacional de Devedores Trabalhistas por não pagar direitos trabalhistas. Para fechar como representante dos moralistas sem moral, Gustavo Guga Abagge, apesar de ser conselheiro do Clube Curitibano, não possui bens em seu nome devido a ordem judicial de bloqueio.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s