MP do Acre vai pedir que PF investigue funcionamento da Milennium; “dinheiro não cai do céu”, diz promotor Marco Aurélio

O promotor de Defesa do Consumidor do Ministério Público Estadual, Marco Aurélio, informou nesta quinta-feira, 10, que a promotoria pedirá às polícias Federal e Civil e ao MP em Curitiba (PR) que averigúem o funcionamento da Milennium, empresa com sede naquela cidade.

O promotor disse que o funcionamento da empresa ainda está sendo analisado. O que mais estranha é o fato de a Milennium oferecer lucros acima do normal, o que por si só gera suspeição.

“É claro que todo negócio deve ser analisado. Sempre a nós me parece muito suspeito ainda mais num momento de crise como nós estamos vivendo no Brasil qualquer projeto que prometa remunerações exorbitantes que chegam a ponto de 200% ao mês. Porque sequer o dólar que está nessa alta chega a essa alta de 200% ao mês. São negócios que já aparentam ser suspeitos pela sua própria natureza que podem se transmudar na verdade como se fosse pirâmide financeira esquema Ponzi”, afirmou.

O promotor, entretanto, disse que não pode afirmar que a empresa seja uma pirâmide financeira.
“Eu seria leviano em afirmar que ela (a Melennium) se desenha como uma pirâmide financeira sem analisar o modelo de negócio jurídico dela, mas é claro que só o fato de ela oferecer um modelo de remuneração tão vasta de aproximadamente 200% ao mês é algo para chamar atenção. Não existe rentabilidade desse porte no mundo financeiro. E assim como aconteceu em casos de outras pirâmides financeiras no Brasil eram com rendimentos exorbitantes prometidos. O brasileiro, o acreano tem que sempre quando se expor em remunerações grandes pensar de onde está saindo esse dinheiro. Porque se eu tô te oferecendo 200% do lucro quanto é que eu vou ter do lucro para eu mesmo cobrir essa despesa. Porque a insustentabilidade de uma pirâmide começa aí, na base que sustenta o todo. A partir do momento em que a base não consegue ficar maior que o patamar seguinte, a pirâmide vai ruir. Cai todo mundo e quem ganhou é só quem ficou em cima”, acrescentou.

Marco Aurélio alertou, porém, que as pessoas devem desconfiar de negócios que oferecem super lucros. Ele disse ainda que o fato de a empresa possuir um CNPJ ou pagar impostos não dá a ela garantias de legalidade.

“Promessas exorbitantes de lucro não entre, desconfie. O fato de uma empresa ter um CNPJ não traz legalidade. Não é o fato de estar dizendo que recolhe tributos que traz legalidade. É preciso ter atenção para saber qual o tipo de negócio.”

“Dinheiro não cai do céu, dinheiro vem com trabalho, vem com esforço. E mesmo assim trabalhando muito muitas das vezes não conseguimos nem 10% ou 20%. É preciso ter cuidado com essas promessas de lucro de 200%. Nem banco tem essa lucratividade”, concluiu.

fonte: http://www.ac24horas.com/2015/09/10/mp-vai-pedir-que-pf-investigue-funcionamento-da-milennium-dinheiro-nao-cai-do-ceu-diz-promotor/

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s