Reveladas algumas conclusões da Ernst Young sobre laudo da Telexfree

As imagens abaixo foram retiradas a partir de vídeos postados por Carlos Costa nesta semana e disponíveis no canal oficial da empresa aqui

pagamento antecipado

Observamos que os serviços e produtos ofertados pela telexfree são pagos antecipadamente pelos Divulgdores e Partner’s. Contudo, esse elemento em si, é uma característica que agregada às demais e se torna relevante quando corroborada ao estudo de viabilidade. Sendo assim, como observamos elementos que indicar a falta de sustentação financeira da rede telexfree, observa-se de que o pagamento antecipado teria sido utilizado para a liquidação de curto prazo com os membros de níveis superiores da rede

Viabilidade econômico-financeira dos serviços e produtos ofertados pela telexfree

Como resultado de nossos procedimentos, observamos que a rede telexfree apresentaria as seguintes situações no que tange a viabilidade financeira da operação:

– Com base na elaboração das informações contábeis combinadas “pro-forma” da rede telexfree, podemos observar ausência de liquidez. Baboramos quatro estudos de viabilidade do produto, em cenários hipotéticos e como resultado das avaliações, observamos a ausência da sustentação financeira do modelo de negócio da Telexfree.
– Elaboramos uma projeção considerando o resultado da rede telexfree a partir do 17º mês de operação e avaliamos a viabilidade das operações considerando seu resultado real até junho de 2013. Como resultado, observamos também que haveria a falta de sustentabilidade de operação
Reinvestimento

Devido aos altos ganhos gerados aos divulgadores e partner’s, os contratos dos produtos e serviços da telexfree definem o custo de reserva de posição (CRP), o qual desconta 20% de toda a remuneração dos divulgadores e partner’s obtida durante o período de vigência do contrato, para que a posição de divulgador na rede seja mantida. Dessa forma, entendemos que o CRP se constitui em uma forma de incentivar o reinvestimento e, consequentemente, a manutenção do divulgador na rede telexfree por tempo indeterminado. A consequência do reinvestimento, seria a sustentação da pirâmide por mais tempo. Tal fato pode ser corroborado com os cenários apresentados no estudo de viabilidade dos serviços, contido no tópico abaixo, pois quando da renovação do contrato com a telexfree no 13º mês.
Proporção dos rendimentos

De acordo com o manual CFE, pelo menos 70% da remuneração de um distribuidor de ser oriunda de vendas diretas. Nesse sentido, observamos que a proporção relativa à remuneração direta e indireta oriunda da postagem de anúncio, representa 67% de toda a remuneração gerada pela rede telexfree. No que tange as comissões diretas, observamos que essas representariam 30% e comissões indiretas 3%, ambas sobre a remuneraçao total da rede.
Legitimidade do contrato

O exame sobre legitimidade do contrato norteia aspectos jurídicos que não faz parte do escopo de nossos exames. Contudo, através da comparação entre base de dados e os contratos, observamos que nao seriam respeitadas as limitações de pagamentos que envolvem remuneração diária de binários, trinários e royalties. Além disso, observamos que o contrato de divulgadores não explicíta todas as condições de utilização do produto.
Promessa de remuneração, esforço de venda e atração pelos benefícios

Conforme descrito ao longo da resposta detalhada deste quesito, a promessa de alta remuneração em pouco tempo, com baixo esforço de venda é um indicativo de existência de pirâmide. Como resultado de nossos procedimentos sobre esse aspecto foi observada a existência de elementos que indicam promessas de altos ganhos, bem como altos retornos financeiros em um curto espaço de tempo. Além disso, podemos observar a atração dos divulgadores e partner’s pelos altos rendimentos, uma vez que os mesmo e suas redes de divulgadores, apresentam baixa utilização de minutos e um alto volume de postagem de anúncios, atividade esta que permitia acesso ao volume de benefícios para o universo dos divulgadores, sem a geração de valor econômico por essa atividade, e, que representa 67% da remuneração total da telexfree. Destacamos também que, observamos a existência de programas de computador que realizavam as postagens dos anúncios automaticamente, fato esse que fora corroborado na base de dados, e que seria uma evidência do baixo esforço (trabalho) para atingir as metas para o ganho dos benefícios.

Conclusão do quesito sobre piramide financeira e marketing multinível

Com base nos procedimentos efetuados e nos resultados obtidos e apresentadados no corpo da resposta do presente quesito, observamos que existem elementos que indicam que as atividades da telexfree teriam características de uma “pirâmide financeira”.
Venda e viabilidade do produto ou serviço

Conforme demonstrado no presente quesito, observamos elementos que indicam que mesmo em uma pirâmide financeira seria possível a existência de um produto ou serviço, porém, com baixa utilização. Os resultados dos nossos exames indicam que além de uma baixa utilização dos minutos voip, havia limitações referentes à garantia de funcionalidade do produto, já que a telexfree garantia apenas 10% de qualidade na prestação do serviço, bem como não permite uso dos minutos colocados à disposição para atividades comerciais. Observamos também que os principais divulgadores não utilizaram os minutos que tinham à sua disposição; e a utilização de minutos da rede telexfree compreende a 0,23% do total disponibilizado aos seus usuários.

 Aqui DM Pontes destrói contra-argumentos de Carlos Costa postados no youtube nesta semana. Importante ver os dois videos.

conclusao 10
conclusao 09 conclusao 08 conclusao 07 conclusao 06 conclusao 05   conclusao 02

conclusao 01

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Reveladas algumas conclusões da Ernst Young sobre laudo da Telexfree

  1. Pingback: TelexFree linked to Colombian drug cartel?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s