Nos EUA, Federação do Comércio promove evento de alerta de fraude e Telexfree é citada como exemplo

Sendo considerada no país como uma das maiores fraudes envolvendo crime financeiro, a Telexfree é citada em evento promovido pela Comissão do Comércio Federal (FTC), com o tema “Fraude afeta todas as comunidades”. Assistente cita também que SEC está de olho em um novo golpe.

Em preparação a comemoração dos 100 anos de proteção aos consumidores americanos, que acontecerá em um jantar, no dia 06 de novembro próximo,  a Comissão Federal de Comércio (FTC), no EUA,  realizou, nesta quarta-feira (29), um evento intitulado “Fraude afeta todas as comunidades.”

Entre os palestrantes do evento estava Melissa Armstrong (foto), assistente principal do advogado e Diretor Jurídico da Securities and Exchange Commission (SEC) escolhida para falar sobre o tema “Pirâmide e Ponzi da SEC” que usou em seu ponto de partida no discurso a Telexfree.

Para a oradora a empresa era uma forma de fraude de afinidade usando o esquema  à diferença entre o preço de compra (procura) e venda (oferta) de uma ação, título ou transação monetária, chamado no país como “spread”.

“Sabemos de pelo menos uma vítima que pediu emprestado, eu acho, 50.000 dólares de sua mãe e deu tudo para [Telexfree]. E era toda a sua aposentadoria,” disse Armstrong.

Em sua opinião, alguns promotores Telexfree exploravam membros da Dominicana e comunidades brasileiras por meio das rede sociais e reuniões presenciais pelos promotores da empresa.

“Eles venderam uma versão do sonho americano que  [significou] apelar para os imigrantes recentes no país”, Telexfree reuniu “centenas de milhões de dólares de centenas de milhares de promotores,” falou a assistente que completou:

“A promessa pagamento de milhões de dólares aos seus divulgadores que poderia ir de não ter nada para ter tudo isso em um curto espaço de tempo com este programa e os organizadores iam de cidade em cidade.” Armtrong relatou ainda que na empresa, “centros de formação não eram nada mais do que centros de recrutamento.”

“Até “Ministros” de congregações da igreja ajudou a propagação do esquema piramidal,” revelou. citando sobre pedido de falência da Telexfree. mas, sem mencionar co-proprietário Telexfree Carlos Wanzeler pelo nome, ela disse que ele “fugiu para o Brasil” e agora enfrenta acusações criminais nos Estados Unidos e que seu parceiro de negócios, o ex-presidente James Merrill Telexfree também enfrenta acusações criminais no país.

Na oportunidade a Assistência Judiciaria disse ainda que há uma prevenção da agência reguladoras de uma nova empresa baseando no marketing multinível para atrair novos investidores.

“A SEC tem agora uma “força-tarefa de pirâmide esquema recém-criado”, disse Armstrong, sem citar a suposta empresa para não atrapalhar as investigações.

Coincidência ou não, no final do mês passado o Secretário da Divisão de Valores Mobiliário de Massachusetts, Willian Galvin, fez um alerta sobre uma empresa de uso de aplicativo, a iFreex.

Para,Glavin, iFreex não passa de uma “fraude rebatizada da Telexfree” no qual tem Saan Rodrigues, top líder da Telexfree com um dos principais divulgadores de uma nova oportunidade de ganhos milionários em um aplicativo, no qual diz oferecer inúmeras vantagens e ganhos financeiros ao usá-lo.

Rodrigues tem em seu currículo diversas empresas de esquema piramidal e chegou a ser preso, em 2006, após a FoneCLub Corporation, fundada em parceria com Victor Sales Brito, nos Estados Unidos, ser considerada esquema de ponzi. A FoneClub também dizia vender o serviço de telefonia Voip, assim como a Telexfree.

Os desenvolvedores da iFrexx têm postados na internet que em poucos dias a empresa que se encontra já em diversos países atingiu o cerca de 4 mil cadastros. O site da companhia anuncia o lançamento da empresa em oito dias.

traduzido e postado por Gil Matos  Webradio Multinivel
fontes: Patrickpretty.com

Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s